Madonna relembra multa por apoiar LGBTs na Rússia

49
views

Apesar de ter gravado e se apresentado com um homofóbico em 2019, é inegável que, dentre as estrelas da música pop, Madonna foi uma das pioneiras no discurso pró-LGBT. Nesta segunda (20), a cantora relembrou que foi multada em 2012 por “propaganda homossexual”.

“Eu fiz esse discurso num show em São Petersburgo 8 anos atrás. Fui multada em 1 milhão de dólares pelo governo por apoia a comunidade gay. Eu nunca paguei. #LiberdadeDeExpressão #PoderParaOPovo #MDNA”

Na época, Madonna ainda estava em turnê para divulgar o álbum MDNA e a Rússia tinha acabado de aprovar a “multa por propaganda homossexual” que cause “danos ao desenvolvimento físico, moral ou espiritual” para menores de idade.

Rússia coloca proibição de casamento homoafetivo na constituição

Para quem não está acompanhando as notícias envolvendo a Rússia, as postagens de Madonna podem parecer meio aleatórias, mas a cantora parece estar tentando chamar atenção para o fato de que o país continua minando os direitos LGBTs.

Está em andamento no parlamento russo uma alteração na constituição que reforça a proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo e torna oficial a proibição de que casais homoafetivos adotem crianças.

O movimento do governo é feito às claras e conta com amplo apoio da população russa que, inclusive, votou num referendo permitindo que Putin permaneça no poder por mais tempo.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR