Em dia de Black Friday, Gloria Groove se coloca à venda com novo clipe

63
views
Foto: Rodolfo Magalhães

A data não foi escolhida em vão. Com seis anos de carreira e uma música que, literalmente, a coloca como um produto à venda, por que não transformar uma data comercial em um palco para um show? Foi assim que a Black Friday ganhou uma nova oferta: o lançamento de Leilão, novo clipe de Gloria Groove. 

“Foi tudo proposital. Para os meus dois últimos trabalhos, eu assumo que teve um planejamento especialmente para isso. Quando eu olhei que eu tinha as músicas A Queda e Leilão, e o Halloween e a Black Friday chegando, eu falei: não, vamos ser ligeiras”, e gargalha.

Com uma sonoridade mais voltada ao hip hop e um refrão que gruda na primeira escuta, Leilão tem como objetivo discutir a valorização do nome Gloria Groove e sua marca. Inclusive, a letra nasceu nas salas de reunião, quando o lado administrador de Daniel Garcia começou a olhar para a própria drag e a carreira musical. 

“A importância de reforçar a minha marca para as pessoas às vezes está num detalhe. A música começa e você ouve eu falando Gloria Groove, e você fica com aquilo na sua cabeça. Eu acho que a gente participa da vida das pessoas. Quando eu penso na minha carreira, eu posso ver do meu ponto de vista, que é a pessoa que está vivendo tudo isso, ou eu posso ver na visão de um adolescente que quando eu lancei Bumbum de Ouro, ele tinha uns 14 anos, e agora tem uns 19, 20. Já deu tempo de eu participar de várias viradas nas vidas das pessoas. Quem será que sou eu na fila do pão para esse pessoal? Em que momento da vida daquela pessoa eu estou?”

Essa metáfora ganhou outros tons na direção do clipe, assinada por Felipe Sassi. “Quando o Felipe Sassi trouxe essa sacada de um filme meio freak, meio Convenção das Bruxas, Labirinto do Fauno, meio filme bizarro da Sessão da Tarde que você assiste com a família, eu falei: é isso. Porque ele conseguiu fazer a analogia perfeita com a história da minha vida, a história da criatura que é descoberta em um lugar, é vendida primeiro e depois é repassada, leiloada, e quando ela chega em outro lugar, ela domina o espaço”.

A parceria com Sassi começou em 2017 no clipe de Joga Bunda, uma música da Aretuza Lovi com participação da Gloria e Pabllo Vittar, mas deu tão certo que é o diretor quem assina os dois outros clipes da era Lady Leste, Bonekinha e A Queda.

Com Leilão, o desafio de Gloria é repetir os sucessos de A Queda, música que considera um divisor na carreira: foi Top 50 do Spotify, #1 nos vídeos em alta do YouTube e conta, até o momento, com mais de 50 milhões de visualizações. “Lógico que eu não esperava esse sucesso de A Queda, mas é muito mais legal quando a gente compete com nós mesmos, né?”, pontua.

Enquanto lança o terceiro single de seu futuro álbum, o Lady Leste, Gloria deixa escapar alguns detalhes, como a presença de cinco feats, algo inédito para a cantora que teve seus outros álbuns feitos sem outras participações musicais. “Eu me desprendi da ideia de que a era ou o álbum tem que ser extremamente coeso, uma coisa tem que a ver com a outra, tudo puxado da mesma referência musical. Não é assim que eu funciono, na minha cabeça uma coisa não dá lugar a outra. E ninguém é uma coisa só, eu acho que é isso que eu estou mostrando quando faço uma era pop, R&B, depois um funk, pop de novo, ou quando eu apareço de homem, mulher e até uma criatura com chifres”.

Mas com tantas diferenças entre os três clipes, o que esperar de Lady Leste? “Se Lady Leste fosse uma experiência, seria você, vestida de bonekinha, com seu cabelo azul, em cima da motinha, passando por uma rua na Zona Leste [de São Paulo]. E nessa rua você passa pelo posto de gasolina, que tá tocando um funk, passa pelo samba, que tá tocando um pagode, passa pela igreja, e tá tocando um louvor, e passa pela calçada, e tem um pessoal fazendo um passinho. É você andando por uma rua onde muitas sonoridades acontecem. Lady Leste é um terminal de ônibus às 6h40 da tarde. É o ônibus, o ponto de táxi, o tio que está vendendo coxinha, é gente entrando e saindo. É isso”, conclui Gloria.

Comentários

COMPARTILHAR