Caetano diz que prisão militar apagou atração dele por homens

92
views

Pouco depois de falar sobre “lado homo” e “reprodução hétero”, Caetano voltou a falar sobre a própria sexualidade, desta vez, no penúltimo dia da Flip 2020. O cantor disse que o desejo que tinha por homens foi apagado depois que ele foi submetido à prisão militar.

“O espaço muito masculino da prisão militar causou um outro apagão aqui, que foi a atração sexual e sentimental por homens. Fiquei com uma rejeição sexual em relação à figura dos homens, que eu não tinha”, explicou.

Caetano também aproveitou para dizer porque, apesar de ter se relacionado com homens e mulheres, nunca se identificou como bissexual. Para ele, a ideia de ser rotulado nunca lhe pareceu aceitável.

“Muitas pessoas que eu conhecia usavam essa expressão ‘bissexual’ para efeitos muito inautênticos. Então eu dizia: ‘também não quero esse (termo)’. O modelo de masculinidade que é ensinado desde a infância pela sociedade não foi aceito por mim como o indiscutível, ao contrário”, pontuou.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR