Aprendi a me posicionar com Ivete Sangalo, diz Gloria Groove

3054
views

Com mais um single do vindouro álbum de Lady Leste, Gloria Groove reuniu a imprensa para falar sobre cancelamento, uma das principais inspirações de A Queda, e alguns aprendizados que leva consigo. A maneira de se posicionar da drag vem de ninguém menos do que Ivete Sangalo.

“Aprendi com a Ivete Sangalo a só me posicionar quando tiver 120% de certeza de que as minhas convicções não vão mudar”, disse Gloria durante a coletiva que aconteceu no final da tarde desta sexta-feira (15). A declaração foi feita enquanto Groove amarrava um pensamento sobre como ela não mudou de opinião e nem se arrependeu de ter defendido Karol Conka no auge dos ataques durante o BBB.

“Muitos já até mudaram de opinião sobre tudo que aconteceu, mas eu permaneço aqui no mesmo lugar”, argumentou. Ela também deu a entender que a situação de Karol e outros artistas cancelados a ajudou a escrever o segundo single de Lady Leste.

“O cancelamento é uma grande pesquisa social. Funciona como um medidor de como a gente tá lidando com as vulnerabilidades e fraquezas das outras pessoas”, pontou. “Não enxergo nada de positivo vindo do ódio e nem acho que seja certo, mas acho que o cancelamento traz essa reflexão”.

As inspirações para o clipe e divulgação fora de controle

Tido por muitos, inclusive por Gloria, como o vídeo da carreira, A Queda traz novamente a parceria de GG com Felipe Sassi. O diretor assinou boa parte dos clipes da drag, incluíndo Coisa Boa, Yo yo, Sedanapo e Apaga a Luz. Questionada sobre a influência de Gaga no novo clipe, Groove disse que boa parte do que ela faz com Sassi bebe dessa fonte.

“Lady Gaga é muito importante para mim e para o Felipe. Eu brinco que somos a little e a monster. Ela tá presente em tudo que a gente faz junto. Dessa vez, trouxemos a estética que ela já explorou bastante e o conceito que tem muito a ver com o que ela falou em The Fame e The Fame Monster“, explicou.

Para introduzir o conceito de A Queda, Groove fez o caminho inverso do que costuma fazer normalmente. Ao invés de procurar a imprensa e começar uma contagem para uma novidade, ela fez com que muitos portais corressem atrás dela ao dar indícios de que tinha alguém tentando prejudicá-la.

“A inspiração veio dos dias atuais. Do medo do ódio. Ninguém quer ser cancelado. Por isso que pensamos nesse tipo de divulgação”, disse. “Não é sobre eu estar ser cancelada agora. É sobre o drama de ser amada pelo publico e poder ser odiada a qualquer momento. Sei do que o ódio é capaz”.

Gloria também comentou sobre a perda do controle na ação de divulgação. Para ela, estava tudo muito claro o tempo todo, mas muitos amigos chegaram a ligar para prestar solidariedade e oferecer ajuda pelo suposto ataque. Ela também disse que alguns fãs demonstraram bastante preocupação, mas que teve um grupo que sacou tudo logo de cara e as duas reações a deixaram muito empolgada.

Melhor estreia da carreira

E Glorinha tem colhido bons frutos da estreia de A Queda. No spotify, a canção se tornou a melhor estreia solo da cantora e debutou em 44º lugar com 369 mil streams (informações do Tracklist, a posição foi confirmada pelo Dentro Do Meio, mas não tivemos acesso ao número de reporduções).

O bom resultado se repete no YouTube, plataforma na qual clipe estreou no dia seguite do sigle e acumula 1,4 mil em 24 horas. A cantora comemorou no twitter, veja:

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR