Vídeo: Babá agride criança por “dança gay”

93
views

O vídeo de uma babá dando um tapa no rosto de uma criança por causa do jeito que ele dançava ao lado da irmã ganhou as redes sociais e provou, mais uma vez, que mulher também pode ser machista. A justificativa para agressão é que ele estava “muito gay”.

+ História de criança assassinada por parecer gay vira documentário

Nas imagens, o menino e a irmã parecem estar tentando imitar a coreografia feita por alguém na televisão quando ele é agredido e repreendido por estar dançando. “Não faça essa merda. O que há de errado com você? Seu viadinho”, diz a mulher.

A princípio, muitas pessoas acharam que se tratava da mãe, já que, depois de viralizar, ela usou as redes sociais para tentar justificar a agressão. “Chamá-lo de gay é muito melhor do que o pai dele faria”, escreveu.

Mas não demorou para que a mãe a madrinha da criança aparecessem para esclarecesse a situação. Numa serie de tuítes, já excluídos, a madrinha disse que a mãe não sabia dos abusos e a pessoa que bateu na criança era tia dele e ficou de babá por apenas 10 minutos quando tudo aconteceu.

“Meu afilhado vem de um lar muito amoroso e nós vamos amá-lo independente se ele for gay ou não. A polícia já está envolvida e a pessoa que bateu nele será responsabilizada”, escreveu.

A mãe também apareceu no twitter através de um vídeo, também já excluído, esclarecendo que não era ela no vídeo e que não pode responder pelas ações e pensamentos homofóbicos da irmã. Ela também enfatizou que já envolveu a lei para lidar com a situação e que o filho está seguro.

Nesta quarta (13), a madrinha do menino voltou a usar o twitter para falar do assunto. Ela disse que apagou os tuítes a pedido da mãe da criança, mas que os dois estão bem.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR