Sudão suspende pena de morte para LGBTs

15
views

Uma reforma nas leis do Sudão retirou a pena de morte da lei de sodomia que sentenciava os acusados de terem feito “sexo gay”.

+ Homens são presos por “sodomia” na Tunísia

A informação foi divulgada pela instituição LGBT Bedayaa, que compartilhou as novas informações sobre o artigo 148 do código penal do Sudão.

A punição, no entanto, ainda é bastante severa, já que na primeira “ofensa” o condenado por ficar preso por até 5 anos.

No caso de uma reincidência, a pena é acrescida em dois anos e os que forem presos pela terceira vez podem ser condenados a prisão perpétua.

Comentários