Pastor diz que bissexuais são como “brancos que fingem ser negros”

10
views

O pastor neozelandês Murray Watkinson decidiu usar parte de um sermão no início de junho para atacar pessoas bissexuais. Além de dizer que elas são “covardes”, ele comparou a bissexualidade ao blackface (técnica racista na qual brancos, de maneira pejorativa, fingem ser negros).

“O que você faz quando é mestiço (filho de branco com negro) e se divide internamente? O que você faz é escolher um lado e aí tem aqueles que querem ser bissexuais – é como ser branco e fingir ser negro ou mestiço”, argumentou.

Watkinson ainda deu a entender que bissexuais são confusos e não sabem direito o que querem ou quem são. “Acredito que eles não tem coragem. Eles não querem ofender ninguém, então atiram para todos os lados”.

O sermão também atacou a população negra, em especial as pessoas que se compadeceram com o assassinato de George Floyd que, segundo o pastor, era um criminoso e por isso teve a morte como destino.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR