Padre americano diz que alguns santos eram gays

278
views

Os discursos da igreja católica sobre LGBT+ estão cada vez mais inclusivos. No último dia 5 de maio, o padre James Martin, que foi nomeado em abril pelo papa Francisco como consultor da Secretaria de Comunicações do Vaticano, disse que alguns santos “provavelmente eram gays”.

+ Vladmir Putin diz que vai investigar mortes e torturas homofóbicas na Chechênia

A declaração surgiu em resposta a um ataque homofóbico feito em uma publicação do padre sobre um artigo abordando uma oração liderada pelo bispo John Stowe em uma reunião católica LGBT coordenada pelo New Ways Ministry. “Alguns santos canonizados não ficariam impressionados”, dizia o comentário de maneira irônica.

“Alguns deles provavelmente eram gays. Uma certa percentagem da humanidade é gay, então é provável que alguns santos também fossem. Você pode se surpreender quando chegar ao céu e for recebido por homens e mulheres LGBT”, rebateu o padre.

Siga-nos no twitter: @_dentrodomeio

O reverendo já tinha mostrado que apoia a comunidade gay no ano passado ao publicar um vídeo pedindo para que os católicos ficassem “com os irmãos LGBT” logo após ao atentado a boate Pulse, em Orlando.

Depois disso ele lançou o livro “Construindo uma Ponte: Como a Igreja Católica e a Comunidade LGBT podem entrar em uma relação de respeito, compaixão e sensibilidade”.

Comentários