Número de LGBT na Paralímpiadas dobra nesta edição

135
views

Não serão apenas as Olimpíadas de Tóquio que ficarão marcadas na história pelo número de LGBT, as Paraolimpíadas também bateu recorde de atletas que são assumidamente da comunidade. Em comparação com o evento que ocorreu no Rio em 2016, o número dobrou chegando a 23. As informações são da Outsports, que confirmou que o número pode aumentar.

O esporte com maior número de atletas LGBT é o basquete em cadeira de rodas, que representa 40% da lista. Mulheres são maioria, sendo que há pelo menos uma pessoa, nascida na Austrália, que se identifica como não-binária. Robyn Lambird disputará em atletismo.

Os países que serão representados por pessoas abertamente LGBT nos jogos paralímpicos são: Grã-Bretanha com 8 atletas; Estados Unidos com 7; seguido por Austrália e Canadá com 2 atletas cada um. O Brasil será representado pela nadadora Edenia Garcia, que já trouxe 3 medalhas para o país apenas em paralímpiadas. Para conhecer todos os esportistas, basta clicar aqui.

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR