Gênero deixará de ser obrigatório em documentos da Holanda

23
views

Enquanto no Brasil, Jair Bolsonaro insiste numa guerra contra a inexistente “ideologia de gênero“, na Holanda a ministra da educação e cultura, Ingrid van Engelshoven, comunicou que a partir de 2024 o gênero não será exigido nos documentos dos cidadãos.

De acordo com a UOL, Engelshoven se inspirou em movimentos que já estão sendo adotados na Alemanha, classificou a obrigatoriedade do gênero nos documentos como “desnecessária” e acrescentou que “os holandeses devem ser livres para criar sua própria identidade, e viver em liberdade e segurança”.

A população da Holanda parece estar muito a vontade com orientações sexuais e identidades de gênero. Em 2000, o país se tornou o primeiro a ter leis garantindo o direito de pessoas do mesmo sexo a se casar e em 2017, em protesto contra agressões homofóbicas, homens héteros passaram a andar de mãos dadas pelas cidade.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR