Gay de 17 anos é assassinado pela família na Chechênia

175
views

De acordo com a revista russa Snob, um adolescente de 17 anos foi empurrado da sacada do 9° andar pelo próprio tio na Chechênia. O assassinato aconteceu para que a família “lavasse a vergonha” de ter um homossexual na família.

Uma verdadeira caçada aos LGBT+ tem acontecido na Chechênia. Uma denúncia em abril deste ano revelou que gays estão sendo presos e levados para campos de concentração. A polícia também está orientando que as famílias matem parentes homossexuais antes que eles o façam.

Embora o governo russo tenha negado tudo isso em encontro com o líder russo Vladimir Putin, o presidente checheno Ramzan Kadyrov declarou publicamente que quer se ver livre de toda população LGBT+ até 26 de maio.

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR