Ex-major assume lugar de Xerife que a demitiu por ser lésbica

24
views

O mundo não gira, ele capota. Essa foi uma das lições aprendidas por Jim Neil, agora ex-xerife do Condado de Hamilton, em Ohio. Em 2017 ele demitiu Charmaine McGuffey por, dentre outras coisa, ser lésbica. Mas como uma mágica lição sobre carma, ele foi derrotado por McGuffey na primeira semana de novembro que foi eleita nova Xerife.

+ Nova atriz de Batwoman é bissexual e negra

McGuffey disse ao The New York Times que, além da orientação sexual dela, Neil a demitiu por reclamar do tratamento abusivo recebido por presidiárias. Na época, ela apontou um uso excessivo de força contra as mulheres e isso não teria sido bem recebido pelo chefe.

Na versão de Neil, a ex-major foi demitida por não aceitar ser rebaixada depois de constantes advertências por um comportamento hostil no ambiente de trabalho. Apesar dos apontamentos do xerife derrotado, McGuffey ganhou diversos prêmios durante os 33 anos de carreiro por conta da conduta profissional.

“Decidi que posso fazer um trabalho melhor do que ele e preciso voltar àquele escritório para terminar o trabalho que comecei, que é trazer uma verdadeira reforma da justiça criminal para o sistema”, explicou ela no último sábado depois de ter a vitória confirmada.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR