Em documentário, Papa Francisco defende união civil

23
views
Papa Francisco com a populaão de Sinodo. Ele discursou no Vaticano e comparou políticos homofóbicos ao Hitler

O Papa Francisco fez mais um aceno para a comunidade LGBT. Depois de comparar homofóbicos ao Hittler, ele disse num documentário que estreou nesta quarta-feira (21) na Itália, que é preciso uma lei que legalize a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

Batizado de Francesco, o filme mostra a rotina do Papa e a declaração a favor dos homossexuais é feita na metade do longa. “As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso”, defende.

“O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados. Eu defendo isso”, continua. A declaração é recebida com um grande avanço já que, normalmente, religiosos se apoiam em Adão e Eva para renegar o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo.

No entanto, é importante ressaltar que, de acordo com o vaticanista Filipe Domingues, o Papa ainda é contra o chamado “casamento gay”. O que o líder da igreja defende é uma saída legal para que casais do mesmo sexo tenham direitos garantidos.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR