Douglas do vôlei acusa aeroporto da Holanda de homofobia

187
views

Douglas Souza, que ganhou notoriedade por conta da espontaneidade durante as Olimpíadas de Tóquio, usou as redes sociais para denunciar aeroporto de Holanda por homofobia. Segundo o relato publicado nos stories, os funcionários mudaram completamente o comportamento com ele ao saber que estava viajando com o namorado.

O atleta estava indo para Itália, onde passará a jogar pelo Vibo Valentia, mas precisou fazer uma parada no aeroporto da Holanda antes de seguir viagem. “Quando falei que era meu namorado, a fisionomia dele [do funcionário do aeroporto] mudou na hora e o tratamento também”, contou Douglas no vídeo.

“Ele perguntou o que o Gabriel ia fazer lá, eu mostrei no documento de união estável, disse que ele ia me acompanhar, trabalhar lá. Ele chamou um cara no telefone e disse que ele ia cuidar da gente. Levaram a gente para um outro lugar do lado da fila, onde tinha umas 20 pessoas, largaram a gente ali por umas 5 horas sem nenhum tipo de explicação”, continuou.

Douglas ainda revelou que chegou a questionar o que tinha de errado, mas nunca respondiam. Ele acrescentou que ficou preocupado porque eram autoridades quem estavam mantendo no aeroporto, por isso não podia ser mais incisivo nos questionamentos, já que poderia ser deportado ou até preso.

“Eu comecei a perceber um padrão no tratamento deles, porque fomos colocados ali com mais 20 pessoas. Dessas, 18 eram pretas ou latinas”, pontuou. “Infelizmente foi o que aconteceu, eu não achei normal essa situação. É uma coisa que acontece em todas as partes do mundo. Eu vivi aquilo, eu sei o que vivi, sei o olhar, o jeito que trataram eu e meu namorado na frente de todo mundo e foi uma situação muito constrangedora.”.

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR