Adoção por LGBTI bate recordes na Inglaterra

72
views

Enquanto as adoções de crianças por casais tradicionais apresentou queda pelo quarto ano consecutivo, um novo recorde foi batido pós casais LGBTI na Inglaterra. De acordo com o Departamento pela Educação, foram 490 adoções feitas por LGBTI em 2018/19. Os números mostram que 1 a cada 7 adoções são de casais do mesmo sexo. Como as estatísticas não mostram se adotantes solteiros são LGBTI e não menciona bissexuais em relacionamento com pessoas do sexo oposto, é possível que o número seja ainda maior. Desde 2009 que casais do mesmo sexo podem adotar na Inglaterra e pesquisas já mostraram que, no geral, eles estão mais dispostos a adotar crianças com mais de 5 anos, além de adotarem mais de uma criança. No Brasil, a adoção para casais LGBTI passou a valer de forma legal a partir de abril de 2010, depois de uma histórica decisão do Superior Tribunal de Justiça. No entanto, o primeiro caso de adoção aconteceu em 1996 no Rio de Janeiro, abrindo jurisprudência para que outras “exceções” acontecessem pelo Brasil.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR