19 ou 29 de agosto? A história dos dias das lésbicas

48
views

Se você acompanha o Dentro Do Meio, especialmente o Dentro De Um Minuto no nosso Instagram, com certeza você sabe que agosto é o mês da visibilidade lésbica. Mas o que talvez você não saiba é que o mês tem dois dias para celebrar mulheres que amam mulheres.

A primeira data para as meninas veio em 1996, quando, em 29 de agosto, aconteceu o primeiro Seminário Nacional de Lésbicas (Senale) no Rio de Janeiro. O encontro aconteceu para debater o apagamento das mulheres por conta da orientação sexual.

De 96 para cá, todos os anos se comemora o Dia da Visibilidade Lésbica. É por causa desse dia, inclusive, que o mês inteiro é dedicado para elas, mas a história do movimento é muito mais antigo.

O Grupo Lésbico-Feminista chegou ao SOMOS, referencia da luta LGBT no Brasil, em 1979. Quatro anos depois, no dia 19 de agosto, Rosely Roth e Míriam Martinho encabeçaram o que ficou conhecido como Stonewall brasileiro, quando mulheres lésbicas enfrentaram a repressão no Ferro’s Bar.

Apesar de ter sido eternizada na história, foi apenas em 2003, após a morte de Rosely que a data ganhou o status de Dia do Orgulho Lésbico, o que consagrou agosto, pela segunda vez, como o mês das lésbicas.

Essa matéria encontrou referências históricas aqui e aqui.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR