Única trans indicada, Laverne Cox critica Emmy durante premiação

52
views

Se a produção do Emmy 2020 que aconteceu no último domingo (20) tinha alguma esperança de que Laverne Cox ficasse quieta sobre falta de indicação de suas colegas trans à premiação unicamente porque ela foi indicada e convidada para apresentar uma categoria, se enganaram. A atriz usou o momento de anunciar os indicados para Roteiro de Série de Drama para fazer críticas.

+ RuPaul’s Drag vence 6 categorias no Emmy 2020

Embora muitos portais tenham publicado que não houve indicações trans, Laverne Cox concorria na categoria Melhor Atriz Convidada em Série de Drama por conta da participação em Orange Is The New Black, que foi vencida pela atriz Cherry Jones de Succession. Ainda assim, a ausência das atrizes que fizeram um maravilhoso e marcante trabalho em Pose foi sentida pelo público que acusou o Emmy de transfobia.

Em um rápido porém incisivo discurso, Laverne, que foi indicada 4 anos seguidos na mesma categoria, mostrou que também não ficou satisfeita com a exclusão de suas colegas e o tratamento transfóbico dos jurados. Durante um momento da fala, o microfone da atriz chegou a ser cortado, mas um vídeo com o discurso completo foi postado pela academia no YouTube.

“Sou a prova viva do sonho americano de que qualquer um neste país pode perder o Emmy quatro anos na mesma categoria e ainda, de alguma forma, acabar neste palco apresentando um prêmio para alguém que provavelmente não votaria em mim”, sugerindo que mesmo com as indicações, ela nunca teve chances de ganhar o prêmio.

“O que acontece com o sonho americano? Foi adiado? Ele murchou como uma uva passa no sol? Siga o roteiro, Laverne, siga o roteiro. E agora aqui estão os indicados para Roteiro de Série Dramática”, finaliza Cox.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR