Segunda temporada de The Umbrella Academy deve abordar homofobia

46
views

A espera dos fans chegou ao fim nesta sexta (31) com a estreia da segunda temporada de The Umbrella Academy na Netflix – se você for muito fã, inclusive, é capaz que já tenha terminado de assisti-la enquanto lê isso – e, de acordo com Robert Sheehan, que vive o personagem Klaus, o show deve abortar homofobia.

+ Netflix desiste de série turca para não excluir personagem gay

Atenção: A partir daqui, alguns spoilers para quem não concluiu a primeira temporada do show.

Apenas para recapitular, no final da primeira temporada os irmãos Hargreeves voltaram no tempo para tentar fugir do apocalipse. O que descobrimos com alguns trailers é que eles foram para nos anos 60 e, surpresa, o mundo ainda vai acabar.

Também na primeira temporada, Klaus, descrito como os criadores do show como pansexual, voltou no tempo e teve um romance com Dave, que acabou morrendo durante uma guerra. Pouco se explorou sobre o relacionamento dos dois e muitos estão ansiosos para saber mais sobre a história de amor dos dois nesta temporada.

Sem dar muitos detalhes, Sheeran disse ao METRO que temas como homofobia racismo serão abordados através da “perspectiva pessoal” dos personagens de maneira que será impossível acusar o show de estar fazendo uma “agenda política”.

“É sobre os personagens que estão experimentando essas coisas, o que é retrospectivamente interessante, já que a execução real não pode ser através de um prisma político porque, na minha opinião, isso se transmite como sinal de virtude”, pontuou.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR