Salon Line escala travesti negra para campanha de aniversário

42
views

Uma das marcas mais reconhecidas no país quando o assunto são cabelos, a Salon Line convocou uma travesti negra para fazer parte da campanha de aniversário 5 anos da #ToDeCacho. Jade Aza, 20, é a quarta pessoa trans a participar de uma ação da marca.

+ Angelica Ross comenta sobre desrespeito nos bastidores de Claws

“A Salon Line entrou em contato com a Hutu Casting, agência focada em pessoas pretas e coordenada pela Regina Ferreira, que é uma mulher preta incrível, eu participei da seleção para o trabalho e acabei passando”, contou Jade com exclusividade para o Dentro Do Meio.

Ela também comentou sobre a importância de se ter uma travesti envolvida na campanha de uma marca com tanto alcance. “É sobre dar espaço não só as nossas vivências, visões e falas como também aos nossos corpos propriamente dizendo. Precisamos também estar ali, aqui e lá, em carne e osso! Afinal, podemos e devemos estar e habitar em todos os espaços possíveis”, pontou.

“Corpos dissidentes como o corpo de uma travesti preta, por exemplo, tem muito a ensinar e ressignificar em vastos espaços. E isso só será possível a partir do momento que outras marcas começarem a ter ações que sejam de fato inclusivas e reais, assim como essa que a Salon Line teve ao me permitir participar de uma campanha tão incrível e linda como essa”.

Essa é a primeira grande ação da carreira de Jade, que planeja se dedicar ainda mais a modelagem e atuação, mas não é a primeira vez que a marca do universo dos cabelos atrela a imagem à uma pessoa trans.

“Sempre trabalhamos com mulheres trans nas nossas campanhas essa é a quarta vez. Inclusive temos uma mulher trans como embaixadora da marca, a Thiessa. A diversidade sempre foi uma realidade para a Salon Line, tanto na questão LGTBQIA+ quanto nas questões raciais”, explicou Alexandre Manisck, Diretor de Criação da Salon Line, também com exclusividade para o Dentro Do Meio.

Ele ainda explicou que recentemente fizeram uma ação junto com a criadora de conteúdo Louie Ponto que entrevistou, em nome da Salon Line, pessoas envolvidas na Casa Aurora, projeto de acolhimento à vitimas de LGBTfobia em Salvador.

“Para nós o importante é naturalizar a presença de mulheres trans para a sociedade como já é natural para a marca”, concluiu. Abaixo você confere a campanha.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR