League of Legends terá campeonato para pessoas transgênero

44
views

Foram abertas na última terça-feira (5) as inscrições para o primeiro campeonato de League of Legends exclusivo para pessoas trans. Batizado de Copa Rebecca Heineman, a disputa terá 3 dias de duração e irá começar no Dia Da Visibilidade Trans, ou seja, no dia 29/01.

O nome é uma homenagem a primeira pessoaa vencer um campeonato de games, que é uma mulher trans, e projeto é encabeçado por Sher Machado que, além de streamer e youtuber, atua na Secretária Geral do capacitransrj (Projeto de Capacitação Profissionalizante e Empreendedorismo para pessoas Trans e LGBIs) e como Embaixadora do Ceres Trans (Projeto fotográfico criado com intuito de enaltecer a beleza trans negra).

+ Grag Queen faz homenagem ao LOL com medley

“Desde o início da pandemia eu estava pensando em criar um campeonato pela diversidade. Cheguei a escrever um regulamento e o deixei guardado, pois não tive tempo para tocar o projeto devido as demandas da vida pessoal. Mas após entrar para a equipe de streamers oficiais da Strigi Manse (STM), Lay e eu conversamos e ela queria produzir um campeonato nas mesmas perspectivas que eu tinha já projetado. Da nossa conversa surgiu a ideia de um campeonato somente para pessoas trans e eu lembrei do mês da visibilidade, que é agora em janeiro, e casou totalmente com a nossa proposta”, contou Sher para o Dentro do Meio.

A ideia, inclusive, era que pessoas trans também fizesse parte da equipe de casters, mas como existem poucas profissionais conhecidas nesse segmento, o plano original evoluiu e agora haverá um workshop dias antes do ínicio da Copa Rebecca Heineman. “O workshop está sendo construído por mim, Lucas Simones, Maria Fogueta e Ken Harusame. Essas três pessoas têm conhecimento do League of Legends e alguma experiência que será que grande valia para as pessoas que irão participar”, pontuou.

A premiação do campeonato ainda está sendo definida, já que depende do apoio de marcas e patrocinadores. Sher conta que já conseguiu parcerias com Redragon, Baiano Host e da youtuber Bryanna Nasck, que doou uma quantia em dinheiro para viabilizar a disputa.

Para saber mais detalhes sobre o campeonato é só clicar aqui e para se inscrever é só clicar aqui.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR