James Corden é cotado para substituir Ellen DeGeneres

56
views

A novela envolvendo o programa de Ellen DeGeneres parece estar longe de acabar. Depois da revelação de que, nos bastidores, ela teria dito que está no limite, a apresentadora pode ser substituída por James Corden.

O nome de Corden já era cotado por Paul Telegdy, um dos líderes da NBC, parceira da Warner, para substituir DeGeneres mesmo antes do último escândalo sobre o programa explodir, mas a ideia era de que essa troca só fosse feita a longo prazo, quando a loira decidisse se aposentar.

E o interesse é reciproco já que James também estava de olho no programa de Ellen há bastante tempo de acordo com algumas fontes que não quiseram se identificar com medo de represálias. “Substituir Ellen sempre seria um desafio difícil, mas ele tem um ajuste natural e seria uma transição fácil”.

No entanto, o contrato de Corden com a CBS só acaba em 2022.

Ellen se desculpa com a produção, mas cogita deixar de vez o programa

Através de uma carta enviada para equipe, Ellen se desculpou e disse que quem a conhece sabe que ela jamais imaginou que os bastidores de um programa que leva o nome dela se tornaria um ambiente tóxico.

“No primeiro dia do nosso programa, eu disse a todos em nossa primeira reunião que o Ellen DeGeneres Show seria um lugar de felicidade – ninguém jamais levantaria a voz e todos seriam tratados com respeito”, diz uma parte da carta.

“Obviamente, algo mudou e estou desapontada por saber que esse não foi o caso. E por isso, me desculpe. Quem me conhece sabe que é o oposto do que eu acredito e do que eu esperava para o nosso programa “.

A apresentadora terceirizou a culpa dizendo que “confiava nos outros para fazer o trabalho deles como eles sabiam que eu queria que eles fizessem” provando que está pronta para tirar o corpo fora.

De acordo com o Daily Mail, Ellen se prepara para sair do programa para “recuperar a imagem de boa moça”. “A verdade é que ela sabia o que estava acontecendo, é o show dela. A bola para com ela. Ela pode culpar todos os executivos expostos, mas Ellen é a única culpada”, conta uma fonte.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR