Governo de SP processa Sikêra Jr. e Patrícia Abravanel por LGBTfobia

0
views

Sikêra Jr. e Patrícia Abravanel vão ser acionados na justiça pelo Governo de SP por conta de posturas LGBTfóbicas. Ambos usaram espaços nas atrações televisivas que comandam para destilar discriminação e ajuda a disseminar pensamentos preconceituosos. As informações são do Notícias da TV.

Os apresentadores fazem parte de emissoras localizadas em Osasco, na grande SP. O processo foi aberto pela Secretaria da Justiça que investigará as falas feitas durante o mês do orgulho LGBT. Sikêra, que perdeu bastante apoio financeiro, chamou a comunidade de “raça desgraçada”, enquanto Patrícia debochou da sigla e pediu respeito aos conversadores. Relembre:

“O Governo de São Paulo e a Secretaria da Justiça e Cidadania não toleram a intolerância. Discriminação é crime. Estamos abrindo expedientes administrativos de casos de grande repercussão na mídia para apurar a prática de LGBTfobia contra o apresentador Sikêra Jr, a apresentadora Patricia Abravanel, além de dois vereadores, um de Itararé e outro de São José do Rio Preto. Em 2019 instauramos 20 processos administrativos por LGBTfobia, em 2020 foram 47, um aumento de mais de 130%.”, diz a nota enviada por Fernando José da Costa, secretário da Justiça e Cidadania, ao site de notícias televisivas.

Comentários