Facebook e Instagram lançam ferramentas para o mês do orgulho

29
views

Dando início ao mesmo do orgulho o Facebook, que também é dono do Intagram, anunciou nesta terça-feira (1) algumas novidades para celebrar a comunidade LGBT. A ideia, de acordo com comunicado enviado pela empresa, é dar as pessoas mais formas de se expressar.

De acordo com a empresa, há no Instagram mais de 2,5 milhões de contas usando o emoji da bandeira do arco-íris na bio, por isso, eles decidiram lançar um novo pacote de adesivos para os Stories, com seis novos designs criados por artistas da comunidade LGBTIQ+.

“Quero que as pessoas se sintam inspiradas para falarem o que pensam enquanto usam os adesivos. Todos nós precisamos de um pouco de inspiração durante tudo o que está acontecendo agora e acho que compartilhar pensamentos é algo que pode fazer bem em meio ao caos.”, explica Leandro Assis (@lebassis), o ilustrador carioca responsável por dois dos novos adesivos, inspirados na comunidade queer negra.

Já o aplicativo do Facebook fez uma parceria com a artista Jasmina El Bouamraoui (EL BOUM) para criar um logotipo na versão do Orgulho LGBTIQ+. A perspectiva e dedicação à representação das pessoas não binárias e às diversas outras comunidades é mostrada através de cores vibrantes, formas em bloco e texturas diversas, em um logotipo que pretende destacar a ousadia, diversão, confiança e autenticidade.

Também foram lançadas animações que permitem que as pessoas escolham um filtro inspirado na bandeira do arco-íris ou na bandeira trans na parte superior de suas publicações compartilhadas, foi anunciado um Feed personalizado para a hashtag #Pride que vai mostrar conteúdo relacionado durante todo o mês de junho e avatares com o tema do Orgulho, novos planos de fundo para publicações no aplicativo do Facebook, além de figurinhas para o Feed de Notícias e Stories e temas de bate-papo no Messenger e Messenger Kids.

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR