Debater transexualidade era “intenção original”, diz Lilly Wachowski

35
views

Após anos de especulações pela internet e a confirmação de uma continuação da franquia Matrix, Lilly Wachowski disse em entrevista que a ideia original da história era de fato debater transexualidade, mas que “o mundo corporativo não estava pronto para isso”.

Na última segunda (4), durante uma entrevista para o Netflix Film Club, Lilly falou pela primeira vez sobre as teorias: “Estou feliz que as pessoas estejam falando sobre os filmes de Matrix com uma narrativa trans. Adoro o quão significativo esses filmes são para as pessoas trans e a maneira como elas surgem para mim diz: ‘Esses filmes salvaram minha vida’.”, pontuou.

“Fico feliz por saber que essa era a intenção original. O mundo não estava pronto para isso. O mundo corporativo não estava pronto para isso”, concluiu dizendo que algumas coisas tiveram que ser mudadas, mas no roteiro original a alegoria ficaria mais clara.

“Tínhamos o personagem de Switch (Belinda McClory) , que seria um homem no mundo real e uma mulher na Matrix. É aí que nossos pensamentos estavam”, explicou. Talvez seja por isso que a personagem é a única usando branco durante o primeiro filme, mas isso é apenas outra especulação – minha dessa vez.

Lançado em 1999, Matrix foi coescrito e codirigido pelas irmãs Lana e Lilly Wachowski antes da transição. O filme, que foi sucesso de público e responsável por revolucionar o cinema, conta a história de um despertar de Neo para uma outra realidade.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR