Ribeirão Preto terá candidatura LGBT coletiva

64
views

A exemplo da Bancada Ativista, que em 2018 montou uma chapa com 9 membros para concorrer coletivamente para uma cadeira de deputado estadual em São Paulo, Ribeirão Preto também terá uma candidatura coletiva para disputar uma vaga de vereador as eleições de 2020.

+ Eleições municipais terão quase o dobro de candidatos LGBT

Formada pelo jornalista France Júnior e pela estudante universitária Ana Martin J. Martin, a Bancada [R]existir já teve a pré-candidatura confirmada pelo PCdoB e deve oficializar a corrida eleitoral no próximo dia 01 de outubro.

Para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apenas candidaturas individuais são válidas e, por essa razão, France Júnior será registrado para corrida eleitoral, embora, por um registro feito em cartório, tenha firmado o compromisso de só tomar decisões depois que elas forem expostas e aprovadas pela parceira da Bancada [R]existir.

“É uma tecnologia de participação política que o PCdoB tem estimulado em vários estados do país. Vai ser a nossa primeira experiência em Ribeirão e também na capital. Está todo mundo empolgado com a ideia e nosso proposito é fazer com que pautas que entendemos ser importantes venham a ser discutidas no mandato. Por exemplo a pauta LGBTQIAP+, das mulheres, da cultura nordestina, e de uma segurança pública mais efetiva”, aponta France.

“Não basta só falar que é lutar por espaço de representatividade. É lutar por um espaço que dê cidadania às populações desassistidas, periféricas e pobres de Ribeirão. A gente quer engrandecer para um debate de sociedade equânime, de uma cidade que abraça e acolhe, não que exclui e marginaliza como vem ocorrendo há anos no Legislativo municipal. É sermos pontes no processo de transformação de Ribeirão Preto”, completa Ana

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR