Procurador vira réu por postagem homofóbica nas redes sociais

531
views

O procurador de estado Caio Augusto Limongi Gasparini se tornou réu após a justiça de São Paulo acatar uma denúncia. Gasparini terá que responder por homofobia após fazer postagens nas redes sociais contra pessoas LGBT. Numa delas, o elediz ter “nojo” dos “degenerados filhos da puta” que frequentam Paradas do Orgulho.

A denúncia foi feita pela promotora Maria Fernanda Balsalobre Pinto, do Grupo Especial de Combate aos Crimes Raciais e de Intolerância (Gecradi), e mira nas publicações feitas pelo procurador entre os anos de 2019 e 2020. De acordo com Balsalobre, o réu “promoveu discriminação e preconceito, atribuindo inferioridade ao grupo LGBT+ ao classificar a homossexualidade como algo ‘errado'”.

Após a sindicância aberta na Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e o encaminhamento da denúncia ao Ministério Público, Gasparini se defendeu dizendo que apenas reafirmou “seus valores conservadores e cristãos” e disse que está sendo vítima de uma perseguição interna da PGE que teria vazado informações sigilosas do processo administrativo.

Também há um inquérito policial na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) para investigar o caso. As informações são do G1. Abaixo você vê uma defesa que ele publicou no Facebook em 2020:

Comentários

Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR