Personagem de Hilda Furacão, travesti Cintura Fina ganha biografia

181
views

Quem acompanhou a minissérie Hilda Furacão no final da década de 90 provavelmente vai se lembrar de Cintura Fina, personagem vivida pelo ator Matheus Nachtergaele. O que talvez muitos não saibam é que ela existiu e acaba de ganhar um biografia assinada pelo pesquisador e especialista em memória LGBTI, Luiz Morando.

Batizado de Enverga, mas não quebra o release da obra recebido pelo Dentro Do Meio fala sobre a vida de Cintura Fina dentre as décadas de 1950 e 1980, o medo imposto a polícias e bandidos, além do amor que conquistou de prostitutas e outras figuras em situação de vulnerabilidade.

+ TransAtivista explica como se defender de entrevistas tendenciosas

Tabu para alguns ainda na atualidade, a identidade da travesti também é abordada no livro. “Em 1953, em sua primeira detenção policial na cidade, ela foi levada para a delegacia vestida com traje feminino, maquiada, sobrancelhas pinçadas, unhas esmaltadas, cabelos cortados ao modo feminino. Isso foi uma constante nessas duas décadas. Era ousadia suficiente aos olhos da população e da imprensa, que viam isso como excentricidade e rompimento de regras sociais”.

O autor ainda destaca o papel da imprensa na vilanização da figura de Cintura Fina, que sempre era trata com termos extremamente perjoativos como anormal, invertido, pederasta, tarado, pervertido e afeminado. Embora parte da população acompanhasse as publicações, as pesquisas mostram que quem a conhecia a tinha como amável e querida.

“São diversos os relatos de quem a conheceu na zona boêmia que confirmam uma interação pacífica” pontua Morando. Eu tento marcar em meu livro um processo gradual em que Cintura Fina se desloca de uma existência de luta, de enfrentamento contra um padrão que insiste em vê-la como marginal e perigosa para um período em que ela tenta se descolar desse nome, já saturado daqueles índices de rebeldia social e marginalidade, e adotar uma vida mais pacata”.

Serviço:

Livro Enverga, mas não quebra: Cintura Fina em Belo Horizonte
Editora: O Sexo da Palavra
340 páginas; R$ 58,00
À venda em www.osexodapalavra.com

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR