ONG quer criar Centro de Convivência para Idosos LGBTI

26
views

A ONG Eternamente SOU está encabeçando um projeto que criará o primeiro Centro de Convivência e Referência para pessoas LGBT com mais de 50 anos em São Paulo. Para isso, a organização está recebendo doações que variam entre R$10 e R$150 através de um financiamento coletivo. A ideia inicial é arrecadar ao menos R$20 mil reais mensalmente para arcar com gastos de moradia para idosos LGBT, algo semelhante ao que acontece com a Casa 1.

Até a publicação desta matéria, apensar 3% da meta tinha sido atingida. Você consegue contribuir com o financiamento coletivo clicando aqui.

População idosa cresce no Brasil

De acordo com a Eternamente SOU, dados da Organização Mundial de Saúde apontam que em 2030 o Brasil ocupará o quinto lugar no ranking de população mais idosa do mundo. Somente entre 2012 e 2017 houve um aumento de 19,5%. Os números também apontam crescimento de 33% de pessoas idosas vivendo em albergues públicos.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR