Ministro da Educação diz que ausência de pai e mãe forma homossexuais

46
views

Provando ser a escolha mais ajustada de um governo que pregou a existência de ideologia de gênero e kit gay para se eleger, Milton Ribeiro, Ministro da Educação da gestão Bolsonaro disse que ausência de pai e mãe forma homossexuais.

“Acho que o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo (sic) tem um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas. Falta atenção do pai, falta atenção da mãe”, disse em entrevista ao Estadão.

Ribeiro usou a carta do “não tenho nada contra”, mas afirmou que não concorda com a homossexualidade e enfatizou que se trata de uma escolha a de jovens que nunca estiveram com uma mulher ou homem de fato.

Provando que a ignorância e a falta de informação não tem fronteiras, ele atacou o que chamou de “erotização das crianças” e, claro, “ideologia de gênero”.

“É importante falar sobre como prevenir uma gravidez, mas não incentivar discussões de gênero. Quando o menino tiver 17, 18 anos, ele vai ter condição de optar. E não é normal. A biologia diz que não é normal a questão de gênero”, argumentou.

Por fim, o ministro disse que não se opõe completamente a professores trans, mas disse que ter “certas reservas” sobre um possível ensinamento sobre “andar por esse caminho”.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR