Grindr é usado para suposto roubo em Piracicaba

845
views

Um suposto roubo, que teve início no Grindr, aconteceu em Piracicaba na última quarta-feira (11). Foi a própria vítima quem usou as redes sociais para denunciar.

Ao Dentro do Meio, Eduardo Lopes contou que depois de um encontro o acusado disse que tinha se mudado para cidade para trabalhar, mas que ainda não tinha onde ficar.

“Ele contou a história que era novo na cidade e que estava trabalhando como gerente administrativo. Criou uma identidade falsa e foi sustentando”, disse.

Ainda de acordo com Eduardo, o acusado teria dito que também trabalhava como psicólogo na Unimed , tinha chegado a contatar duas imobiliárias e estava visitando algumas casas, mas não tinha celular e nenhuma outra rede social além do Grindr.

Compadecido da história e pensando em juntar um dinheiro extra, Eduardo alugou um espaço na própria casa para que o acusado ficasse.

“Me pagou o primeiro dia de estadia em casa e virou amigo praticamente”, revelou Eduardo que também disse ter sido roubado no dia que confiou a chave para o acusado.

“Ele enganou um dos corretores, falou que iria voltar pra consulta das 10:00 da quarta feira, falou que fui a academia e ja estava nesse mesmo horário saindo de casa com as minhas roupas, dinheiro e tudo que ele conseguiu pegar”, contou.

Eduardo estima que tenha tido um prejuízo de mais de R$3.000. A princípio ele não tinha certeza se deveria expôr o suposto ladrão, mas, depois de fazer um B.O. compartilhou a foto de Osvaldo no Twitter.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR