Fabiano Contarato contesta suspensão de exames de HIV e hepatites

22
views

Foi amplamente divulgado pela imprensa que o governo Bolsonaro, surpreendendo absolutamente ninguém, deixou vencer e cancelou os exames de genotipagem no Sistema Único de Saúde (SUS) para pessoas que vivem com HIV e e hepatites virais. Nesta terça-feira (8), Fabiano Contarato protocolou representação no Ministério Público Federal.

+ Recém-eleita, Duda Salabert compartilha ameaça de morte

“É obrigação do Estado garantir acesso aos serviços públicos de saúde, sem nenhum tipo de discriminação, omissão ou deliberado interesse de atingir o direito a diagnóstico e tratamento de qualquer parcela da população. Acionamos o Ministério Público Federal para que o governo volte imediatamente a oferecer exames de HIV, aids e hepatites virais, bem como apure eventual improbidade dos agentes que permitiram a interrupção dos serviços”, argumentou o senador de acordo com informações da Veja.

Grosso modo, com a negligência do governo e sem os exames não possível definir o melhor tratamento. Por coincidência, ou puro sadismo, estamos no mês da luta contra o HIV e, teoricamente, ações afirmativas para barrar o avanço da doença deveria ser anunciados. Ainda não há informações sobre os próximos passos do MPF.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR