Apresentador terá que pagar R$ 30 mil por transfobia

34
views

Deu ruim para o apresentador e queridinho da família Bolsonaro, Sikêra Júnior. A justiça decidiu que ele vai ter que desembolsar R$ 30 mil por ter usado a imagem da atriz Viviany Beleboni para se referir a LGBTs como “raça desgraçada”.

+ Ex-deputado tem carro penhorado para pagar processo de homofobia

Os comentários foram feitos por Sikêra que criticava a comunidade LGBT por querer “empurrar goela abaixo da família brasileira” que é “normal e tem que aceitar”. Ele então mostrou, depois de uma reportagem que expunha crimes de duas lésbicas, uma foto de Viviany que já foi amplamente atacada por conservadores dizendo que aquilo era um desrespeito com cristãos.

A defesa de Sikêra tentou argumentar que a atriz deveria estar preparada para críticas quando escolheu “fazer chacota” de um símbolo cristão e que não houve intenção de fazer ligação entre ela e as acusadas.

Na decisão, que ainda cabe recurso, o juiz Sidney da Silva Braga disse que o apresentador extrapolou a liberdade de expressão. “O fato de a autora ser artista reconhecida não autoriza que possa ter sua imagem exposta sem autorização e ser chamada de ‘raça desgraçada’ em contexto de crítica à prática de um crime que com ela não tem qualquer relação”.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR