Chris Martin admite passado homofóbico

18
views

Chris Martin, vocalista do Coldplay, disse em entrevista para Jann S. Wenner, da Revista Rolling Stone que teve um passado homofóbico. + Azealia Banks se desculpa por críticas sobre PrEP “Quando eu fui para o colégio interno e eu era muito homofóbico porque era como ‘se eu for gay, eu estou fodido pela eternidade’.”, contou. Martin estava na fase de descobrir a sexualidade e o temor era causado por conta da criação extremamente religiosa do cantor. Os colegas do colégio interno não ajudaram muito nesse sentido. “Tinha crianças difíceis que diziam ‘Você definitivamente é gay’ de maneiras muito agressivas e isso foi muito estranho por alguns anos”, relembrou o britânico. Ele ainda disse que não tinha certeza do que era, mas que não queria ser gay porque “aquilo era errado”. Pelo menos foi o que ele tinha aprendido. “Mais ou menos com 15 anos, eu não sei o que aconteceu, mas me peguei pensando ‘E daí’ (sobre a possibilidade de ser gay) e então tudo isso desapareceu numa noite”, pontuou. Martin ainda argumentou que acredita que a “exposição” a cantores gays como Elton John o ajudaram a entender que não tem nada de errado com ser gay. O peso das crenças religiosas também abandonam os ombros do cantor confirme ele foi se tornando um homem adulto. Ele revelou que depois de alguns anos de conflito interno se pegou pensando “Ok, Eu acho que tenho minha própria relação com Deus e não há nenhuma religião para mim”. Você consegue assistir a entrevista completa com o cantor, em inglês, clicando aqui.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR