Alemanha quer banir “cura gay”

15
views

A Alemanha está dando passos para banir, definitivamente, as terapias de “cura gay” para menores de 18, além de mandar para cadeia quem tentar aplicar a prática.

+ Milhares vão as ruas nas capitais do Brasil contra “cura gay”

De acordo com Jean Spahn, ministro da saúde do país, um novo projeto de lei está sendo desenvolvido para dizer aos jovens que “está tudo bem em ser como você é”.

Ele, que é declaradamente gay, enfatizou que ser LGBTI não é uma doença, por isso não deve ser tratada como tal.

Ban definitivo?

Caso a lei seja aprovada, as terapias de conversão continuarão a existir na Alemanha, mas apenas para adultos e poucos casos.

Não será permitida, por exemplo, em casos de chantagem, ameaças, decepções amorosas ou condições obrigatórias.

No entanto, será ilegal, com pena se um ano de prisão, se um adulto autorizar alguém menor de 18 anos a enfrentar uma terapia de conversão.

Avanço nas leis alemãs

A nova lei é vista com bons olhos por, finalmente, dar fim as práticas de cura gay. Por ano, acontecem cerca de 1000 casos no país.

As terapias de conversão envolvem técnicas de eletrochoque para tentar reprimir a sexualidade de pessoas LGBTI. Até então, não havia uma lei consistente para barrar essas atrocidades.

Médicos comprovam que, além de não funcionar, a cura gay pode causar ansiedade e depressão.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR