Primeira Poc-Con é sucesso de público

98
views

Aconteceu no último sábado (22), no Osaka Naniwa-Kai, a primeira edição da Poc-Con, feira de quadrinhos voltada para o público nerd LGBTI.

+ Star Wars: Casal gay está fora de questão

O evento foi um surpreendente sucesso, gerando longas filas de espera. Antes de pegar a credencial, me arrisquei a enfrentar uma delas, mas em 30 minutos ela andou bem pouco.

Esse, inclusive, foi um dos únicos pontos negativos da Poc-Con. O outro ponto foi o espaço, que era bem pequeno e fazia com que as pessoas se atropelassem às vezes.

Não parecia que os organizadores tinham dimensão de quantas pessoas seriam atraídas para feira.

Expositores

Ao todo a Poc-Con contou com 10 logistas e 73 artistas expositores. A arte era diversa, mas, como não poderia deixar de ser, dialogava diretamente com a comunidade LGBTI.

No geral, os valores eram justíssimos e era praticamente impossível sair de lá com as mãos vazias. Aqui você dá uma olhada na lista dos artistas que passaram por lá.

Palestras e rodas de conversa

Mas engana-se quem acreditou que só de exposições viveria a Poc-Con. Do dia 15 de junho rolaram palestras e rodas de conversa em diferentes espaços da cidade.

“Quadrinhos sem medo” foi o primeiro tema debatido na HQ em Foco no último dia 15. Você confere a lista completa dos participantes aqui.

Nos dias 19, 20 e 21 de junho aconteceram mais conversar em parceria com a Casa 1. Os temas foram “O Futuro é Feminino”, “Mais Melanina, Por Favor” e “Nem Azul e Nem Rosa”. Você também pode ver os participantes aqui.

No último sábado, em paralelo a feira, rolaram mais rodas e bate-papo que contaram com nomes como Laerte Coutinho e Gabriel Picolo, além de uma palestra de Dani Marino. Um resumo de quase tudo que aconteceu está no Instagram do evento.

Cosplays dublando pela vida

E teve concurso de Cosplay nos moldes de RuPaul’s Drag Race. Isso mesmo, o bom e velho concurso de dublagem.

+ Ator de Homem Aranha dubla Rihanna

Além do figurino, um dos critérios avaliados no concurso era o critério entre a música escolhida, o personagem e performance.

Bom, pelo menos era o que dizia o regulamento do concurso, mas os jurados devem ter levado algumas outras coisas em consideração, já que teve Cosplay que não sabia a letra da dublagem ganhando de lip sync killer. Bem parecido com RuPaul mesmo.

Mas nada que tirasse a diversão de quem estava assistindo entre uma compra e outra.

Poc Con 2020

Com o sucesso nesse ano, a Poc-Con 2020 já está garantida? Ao que tudo indica está sim!

Mesmo antes do início do evento, as comunicações já indicavam a intenção de uma nova edição. Quando anunciou os expositores, os responsáveis pela Poc-Con escreveram:

“Trabalharemos para ter um espaço maior para mais artistas incríveis exporem seus trabalhos nas próximas edições”.

A declaração somada a recepção ultracalorosa do público são praticamente confirmações de que teremos uma Poc-Con 2020.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR