SP inaugura casa de acolhimento para travestis

20
views

O Tucuruvi, região norte de São Paulo, foi escolhido para receber a segunda casa de acolhimento para travestis da cidade. O Centro de Acolhida Especial (CAE) Casa Florescer II tem capacidade para abrigar até 30 pessoas que estejam em situação de rua.

+ Linn da Quebrada e artistas trans lançam “Oração”

“Esta casa encerra um ciclo de sofrimento, pois aqui somos tratadas com muito carinho, podemos voltar a ter foco, voltar a estudar, nos aperfeiçoar, fazer cursos, pois a melhor resposta que podemos dar a todos que contribuíram para nos dar este presente de Natal antecipado é conquistar a nossa autonomia e liberar a vaga, para que outras colegas possam ter a mesma oportunidade que nós”, comentou Camila Moretti Lamarca, representante das conviventes da Casa Florescer II.

O espaço conta com conta com um dormitório coletivo, cozinha com dispensa, refeitório, lavanderia, seis banheiros, sendo um com acessibilidade para pessoas com deficiência, sala de convivência, sala para atendimento individual, sala administrativa e área externa.

Além disso, as conviventes terão acesso a café da manhã, almoço, lanche, jantar ceia, itens de higiene pessoal e atendimentos sócio educativos e psicólogos.

“Importante frisar que esses espaços têm caráter temporário porque o nosso objetivo é que o público conquiste sua autonomia, com renda fixa. Fornecemos, por meio de cursos e apoio psicológico e técnico, subsídios que ajudem nessa jornada”, destaca a secretária de Assistência Social, Berenice Giannella.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR