Band demite radialista homofóbico

110
views

A BandNews FM de Goiânia divulgou uma nota comunicando a demissão do radialista homofóbico Luiz Gama que, no último dia 13 de novembro, usou as redes sociais para dizer que a Globo estava dando visibilidade para um jornalista que fez “fama queimando a rosca”.

+ Britto Jr. diz que héteros são minoria

Apesar de não ter citado nomes, e mais tarde ter negado no twitter, o comentário foi facilmente associado ao jornalista Matheus Ribeiro, que fez história ao se tornar o primeiro homem abertamente gay a apresentar o Jornal Nacional.

Além da demissão, Luiz Gama terá que lidar com um processo aberto pelo jornalista.

Ver essa foto no Instagram

NOTA - Não cabe à BandNews FM Goiânia fazer juízo ou patrulhamento sobre posições pessoais de seus funcionários quando adotadas fora do ambiente da programação ou da produção jornalística. ⠀ . Por outro lado, o conjunto de ideias e posicionamentos de seu grupo de jornalistas, âncoras e comentaristas, fazem da Band News FM uma forte aliada na defesa de valores importantes para uma sociedade saudável, equilibrada e justa. Com tal postura, a Band News FM Goiânia combate com convicção quaisquer manifestações de preconceito, intolerância ou discriminação. ⠀ . Desta forma, mesmo se tratando de iniciativa exterior, individual, dissociada do posicionamento da emissora e dos ideais que ela defende, informamos que não se manterá como parte da equipe qualquer funcionário que tenha comportamento adverso a estes valores. ⠀ . Em comum acordo com a equipe Feras do Esporte, iniciamos renovação de quadro funcional no sentido de afastar o funcionário (Luiz Gama) que adotou caminho contrário a esta postura. ⠀ . Siga: @bandnewsfmgoiania ⠀ . #bandnewsfmgoiania #bandnewsfm #naohomofobia #naoracismo @uoloficial @hugogloss @uoltvefamosos @matheusribeirotv @folhadespaulo @catracalivre @metropolesdf @jornalopopular

Uma publicação compartilhada por BandNews FM Goiânia (@bandnewsfmgoiania) em

 

Repercussão

Matheus Ribeiro causou grande comoção por ter se tornado o primeiro primeiro gay ao apresentar o Jornal Nacional, embora também tenha levado para as redes sociais uma discussão sobre representatividade, já que o jornalista tem a aparência muito próxima ao “padrão de beleza”.

De acordo com O Tempo, Ribeiro minimizou a sexualidade ao dizer que “as pessoas possuem atributos e competências que vão muito além da orientação sexual, por isso devemos tratar todos com naturalidade e respeito”.

O comentário gerou uma nova onda discussões, já que para muitos, o jornalista não levou a conquista de ser o primeiro gay na bancada do JN como algo significativo para os LGBTI.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR