Ser gay é “um presente de Deus”, diz CEO da Apple

29
views

Atenção conservadores, preparem o boicote. Tim Cook, CEO da Apple e publicamente gay desde 2014, disse durante uma entrevista para People que ser gay é “presente de Deus”. + “Homossexualidade é um dom de Deus”, defende bispo brasileiro “Gay não é uma limitação. É uma característica que eu espero que vejam, da mesma forma que eu vejo, que um presente de Deus”, argumentou. “Eu só posso falar por mim, mas isso me deu um nível de empatia acima da média, já que ser gay ou trans te torna parte de uma minoria. E eu acredito que quando você é maioria, embora possa entender intelectualmente o que é ser minoria, é só um sentimento intelectual”, pontuou Cook. Tim ainda disse que espera espalhar esse tipo de mensagem para os mais jovens que possam sentir que não são boas o suficiente apenas por conta da orientação sexual. Há essa altura do campeonato, eu realmente espero que todos os homofóbicos já tenham atirado seus iPhones para longe, embora duvide que o façam.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR