Doação de sangue LGBTI volta para plenário do STF

18
views

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, liberou para plenário na última quinta-feira (24), a ação que pode permitir que gays doem sangue.

Desde 2017, quando ele havia pedido vistas do processo, que a questão está paralisada e, mesmo com a devolução do ministro, ainda não há previsão para que a pauta volte a ser debatida.

Cabe agora ao ministro Dias Toffoli, presidente do STF, colocar a ação no calendário do plenário.

Atualmente, por conta de uma portaria completamente discriminatória, homens que fazem sexo com outros homens são proibidos de doar sangue.

Os Ministros Fachin, Fux, Weber e Barroso já votaram pela suspensão da proibição, enquanto Alexandre Moraes e Ricardo Lewandowski propuseram um veto mais brando.

De acordo com Moraes e Lewandowski, existem “razões técnicas” para que homossexuais não possam doar sangue, por essa razão, ele sugerem que exista outro tipo de testagem para essa parte da população. Em outras palavras, um tipo de preconceito mais velado.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR