Prep é tema controverso de clube de Frank Ocean

104
views

O cantor Frank Ocean está recebendo duras críticas pela abertura do clube Prep+. Isso mesmo, a boate leva o nome da medicação de prevenção ao HIV.

+ Prep é vendida no Brasil

De acordo com Ocean, a maior inspiração das festas é a cena Queer dos anos 80 e 90. Além de imaginar como teria sido esse período se a Prep já tivesse sido inventada. A primeira parte das críticas veio daí.

“Sou um artista e parte do que eu sou e faço é imaginar como seria o mundo em realidades que não necessariamente existem”, disse o cantor no Tumblr em resposta as críticas que recebeu depois da inauguração.

Festa de garotos brancos e héteros

As críticas também passam pelo público e DJs da festa. Muitos membros da comunidade LGBTI não ficaram muito felizes com Ocean, que escolheu o duo Justice, entre outros artistas, para tocar na inauguração.

Apesar de ser um clube dedicado para pessoas Queers, a noite de inauguração foi tomada por “garotos brancos e heterossexuais”. Pelo menos é o que dizem parte dos convidados nas redes sociais.

“Eu dancei e me diverti muito com os meus amigos, mas parecia faltar algo. Tinha muitos heterossexuais e DJs brancos e heterossexuais. Eu queria que fosse mais como as festas Queers de Nova Iorque”, defendeu o fotógrafo Myles Loftin.

Oportunismo acima da informação

Na festa, Ocean vendeu camisetas com “Prep+” por $60, o equivalente a aproximadamente R$250. E isso também foi alvo de críticas ao cantor.

Relatos no twitter apontam que muitas pessoas na fila sequer sabiam do que se tratava a Prep e uma pessoa quase teve a medicação confiscada por um segurança.

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR