Trump deixará legado LGBTfóbico nos EUA

0
views

Um artigo do jornal americano The New York Times que um impeachment pode ser inevitável, mas Trump deixará legado LGBTfóbico nos EUA graças aos juízes antiLGBT que conseguiu colocar nas cortes norte-americanas.

De acordo com um relatório divulgado pela Lambda Legal, organização próLGBT dos Estados Unidos,  a administração de Donald Trump colocou, desde 2016, 30 juízes conservadores nos tribunais, isso é o dobro de do que foi colocado pela administração de Obama, por exemplo.

+ Trump proibe pessoas trans de ingressar nas forças armadas

Dentre os nomes, estão inimigos declarados da população LGBTI. Kyle Duncan, David Porter e  Mark Norris são conhecidos por “barrarem a agenda LGBT” com pretextos extremamente conservadores, algo muito parecido com o que a bancada evangélica faz aqui no Brasil.

 

 

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR