Em meio a polêmicas Milkshake Festival recebe15 mil pessoas

123
views
Foto: Matheus Cripa

No último sábado (4) rolou a segunda edição do Milkshake Festival no Brasil. De acordo com a produção do evento, 15 mil pessoas estiveram na Arena Anhembi e, mesmo com alguns erros e problemas, há planos de uma nova edição em 2019.

+ Veja como foi  o Milkshake Festival 2017

Mas nem tudo foram flores. O show de Wanessa Camargo deve ter dado dor de cabeça aos produtores do Milkshake Festival. A atração, que foi uma das mais comemoradas, já vinha dando sinais de problema desde o anúncio do horário oficial do line up.

Wanessa estava escalada para se apresentar às 19h, o que gerou uma chuva densa de críticas. Através das redes sociais, muitos fãs reclamaram que a apresentação da cantora seria muito cedo e houve quem exigisse que o horário fosse modificado, mas a grade permaneceu a mesma.

A coisa ficou ainda pior quando a dona da canção “Mulher Gato” não subiu ao palco no horário programado. Embora os dançarinos de Wanessa já estivessem posicionados no palco pouco depois das 19h, a cantora só apareceu para apresentação as 19h40 e por essa razão teve o show encurtado pela produção do Milkshake.

Versões para o atraso

De acordo com Zilu Camargo, a culpa para o atraso da filha foi da produção do evento que exigiu que Wanessa atendesse a imprensa antes do show. Ela ainda garante que a cantora estava na Arena Anhembi às 17h30.

A versão de alguns produtores que conversaram conosco durante o evento diz que nos bastidores, Wanessa esteve com Cleo Pires numa conversa bem longa e animada. Ao que parece as entrevistas e o bate-papo fizeram com que a cantora fosse para o camarim se trocar para apresentação somente às 19h20 e ela precisou de mais 20 minutos para ficar pronta.

Nós estávamos presentes no Milkshake e só fomos comunicados que Wanessa chegou às 18h. A produção do festival ainda nos disse que a cantora só atenderia emissoras de televisão antes do show. De fato, vimos Wanessa conversando com a Cleo pouco antes das 19h, horário que deveria começar o show, mas havia tempo hábil para que não houvesse atrasos na apresentação.

Microfone cortado

Próximo as 20h30, a produção do Milkshake pediu que Wanessa encerrasse o show para cumprir o cronograma. A cantora se dirigiu ao público e disse que pediram para que ela cortasse 5 músicas e perguntou ao público “corto ou continuo?”. Os fãs, obviamente, pediram para que ela concluísse o show. Veja abaixo:


Foi então que produção do evento cortou o microfone de Wanessa. A cantora se recusou a sair sem terminar as músicas que faltavam. Chegou a sentar na beira do palco e se deitar no chão para mostrar que não iria sair, mas a equipe do Milkshake desligou as luzes e começou a desmontar os equipamentos não dando a ela outra opção a não ser deixar o palco.

Nota do Milkshake Festival

Pedimos para que o evento se posicionasse sobre o ocorrido e recebemos a seguinte nota:

“O festival, por possuir 4 palcos e, mais de 30 atrações, precisa respeitar a grade de horários divulgada e previamente apresentada ao público, por uma questão de manter o evento dentro do limite de horário conforme acordado com órgãos oficiais. Também para não prejudicar público e demais atrações. A todos os artistas ficou esclarecido que independente de atrasos o horário final é o mesmo anunciado.
Esse horário precisou ser cumprido. Não houve atraso na montagem e a parte técnica funcionou como previsto.
Todos os shows ocorreram conforme o planejado e a edição foi um sucesso. O Milkshake reitera sua admiração e respeito por todos os artistas e performers que fizeram parte do evento e apoiaram essa iniciativa de apresentar um festival que ressaltasse e respeitasse o amor e a união de todos em prol da causa LGBTQ+.”

A equipe da Wanessa não respondeu nossas tentativas de contato até a publicação desta matéria.

Mais atrasos

O show de As Bahias e a Cozinha Mineira também começou atrasado, mas as cantoras, que também fizeram um belíssimo show, não tiveram o microfone cortado e a apresentação seguiu normalmente, causando atraso na programação.

Em 2017, Linn da Quebrada também teve o microfone cortado pela produção do Milkshake Festival. A cantora deixou o palco nitidamente descontente com a postura do evento.

Outros problemas

Superado o problema no line up, outro problema surgiu. Próximo a meia-noite as cervejas se esgotaram no evento deixando muita gente nervosa.

É verdade que depois de 20 minutos os bares do evento foram reabastecidos, mas não houve tempo para que as bebidas gelassem o que causou uma nova onda de reclamações.

A disposição dos palcos, próximos uns aos outros, fez com que alguns momentos fossem problemáticos e atrapalhou um pouco a curtição.

Galeria de fotos:

Embora tenha ficado marcado pelos problemas, o Milkshake Festival cumpriu a promessa de ser maior e melhor do que no ano anterior. A edição levou 5 mil pessoas a mais para a Arena Anhembi e reuniu diferentes tribos da comunidade LGBT+.

Os shows foram marcantes, animados e, no geral, agradaram muito. Especialmente o de Daniela Mercury que fez uma apresentação politizada e pediu que um LGBT assumisse a presidência do país.

Milkshake Festival 2018 (4)
Milkshake Festival 2018 (4)
Foto: Matheus Cripa
« 2 de 130 »

Comentários