Candy Mel e Youtubers se desculpam por campanha #MinhaÚltimaMúsica

33
views

Você deve saber que dia de 17 de maio é o Dia Internacional da Luta Contra LGBTfobia, né? Pois bem, a rádio Jovem Pan decidiu fazer uma campanha para comemorar a data. A ideia não foi de todo mal, já que a rádio tem um alcance gigantesco, mas a coisa foi extremamente mal desenvolvida e saiu do controle.

A campanha #MinhaÚltimaMúsica traz o dado de que o Brasil mata uma pessoa LGBTQ por dia e convida, pasme você, para que essas pessoas escolham uma música caso sejam vítima de um ataque homofóbico. É horrível, mas alguém acreditou que isso seria uma boa ideia.

O responsável pelas redes sociais de Pabllo Vittar chegaram a convidar as pessoas para participarem da campanha, o que fez com que a Drag Queen fizesse um rápido live explicando que ela era completamente contra a ideia.

Chegamos a reunir alguns tweets de críticas que a campanha recebeu no Twitter (confira abaixo), mas a coisa ficou ainda mais grave quando artistas e pessoas LGBTQ foram chamadas para dar entrevista para o Programa Pânico (já começa a ficar feio daí).

A cantora Candy Mel, os youtubers Fernanda Soares, Lorelay Fox e Pedro HMC, e o jornalista Fernando Oliveira foram chamados para conversar sobre LGBTfobia e as vivências de cada um. Mas segundo justificativas dadas por eles, não foram informados sobre a campanha #MinhaÚltimaMúsica.

Como era de se esperar, muitas pessoas se decepcionaram e fizeram muitas críticas através das redes sociais, fazendo que houvessem justificativas e alguns pedidos de desculpas.

Comentários