Artistas LGBTQ fazem postagem se despendido de Matheusa

128
views

Artistas LGBTQ usaram as redes sociais para se despedir da transexual não binária Matheusa que foi assassinada no Morro do 18, em Quintino, na Zona Norte do Rio. Ela tinha 21 anos, ficou uma semana desaparecida e estudava artes na Uerj.

+ Polícia prende homófobico dezoito depois do crime

Gloria Groove, Linn da Quebrada, Davi Sabbag, Aretuza Lovi, Jaloo, Lia Clark, Duda Dello Russo, Pabllo Vittar, Silvero Pereira e Candy Mel fizeram postagens no stories do Instagram que se dividiam entre despedidas, pesar e mensagens de ordem como “parem de nos matar. Confira galeria de fotos abaixo.

Assassinato de Matheusa

A polícia ainda investiga o caso, mas informações preliminares dão conta de que Matheusa foi assassinada por traficantes do Morro do 18. Ela teria chegado por lá em surto, depois da festa de aniversário em que foi vista pela última vez.

O corpo não foi encontrado e as autoridades defendem que o corpo da vítima tenha sido incinerado. A Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) busca ajuda para identificar envolvidos no homicídio de Matheusa.

A denúncia pode ser feita de forma anônima por meio do WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados, pelo número (21) 98849-6099, pela central de atendimento do Disque Denúncia no número (21) 2253-1177, ou por meio de mensagem inbox do Facebook do Disque Denúncia.

Julgamento e execução

De acordo com a delegada Ellen Souto, a vítima foi julgada antes de ser assassinada pelos traficantes do Morro do 18. Ela estava em surto e, antes de ser capturada, tirava peças e roupas dizendo frases desconexas.

Ele foi julgado, tentou se defender, mas segundo moradores ele continuava falando as frases desconexas. Ele não tinha consciência de que ele estava passando por um ‘tribunal’ e, por essa razão, foi morto”, disse ao RJTV.

Matheusa (01)
Matheusa (01)
« 2 de 12 »

Comentários