Polícia prende homófobico que deixou mensagem com sangue da vítima

53
views
mensagem-com-sague-hitler-tinha-razao

Demorou 18 anos, mas a polícia espanhola finalmente predeu o assassino que usou o sangue de um homem gay para deixar a mensagem “Hitler tinha razão”. O criminoso vive na Colômbia.

Em março de 2000, Vitervo AV, que tinha 45 anos, marcou um encontro com outro homem que havia conhecido através de classificados em um jornal de local de Barcelona. De acordo com o jornal El País, os dois teriam bebido juntos antes de irem para em loft que a vítima cuidava.

Transexual é assassinada a pauladas na Zona Norte de SP

Mais tarde, Vitervo, que tinha imigrado do Equador, foi encontrado pelado numa poça de sangue com flores de plástico amarradas em volta das orelhas.

Na parede do apartamente, próximo onde o corpo estava, estava escrito “Hitler tinha razão” com sangue de Vitervo. Não havia nenhuma impressão digital ou mostras de DNA no local do crime, o que vez com que o caso fosse arquivado.

Três anos depois do crime, um primo de Vitervo recebeu um ligação onde ouviu claramente a vítima implorando pela vida. Era uma gravação feita pelo assassino.

+ Quase 6 a cada 10 gays brasileiros já sofreram discriminação em aplicativos de encontro

O parente também notou flores no tumulo da vítima que não havia sido deixada por nenhum familiar, mas as pistas ainda estavam turvas. A polícia reabriu o caso somente em 2016.

As investigações avançaram e as autoridades encontraram relações com tráfico de drogas e um homem que havia sido acusado várias vezes de agressões sexuais e deixado a Espanha em 2009, poucos meses depois do assassinato de Vitervo.

A polícia então decidiu rastrear o número de telefone usado pela vítima para se comunicar com o assassino 4 dias antes do crime. Foi então que eles chegaram ao criminoso.

Trata-se de um homem que foi soldado na Colômbia e se alistou para servir o exercito espanhol por um ano. Os investigadores descobriram que ele se gabava de ter matado um gay em Barcelona.

A conclusão das investigações aconteceu na quarta passada (11). O homem já foi preso e aguarda extradição para a Espanha para ser julgado pelo assassinato de Vitervo.

Comentários