Justiça do Egito condena 14 gays a 3 anos de cadeia

A justiça egípcia condenou 14 gays a 3 anos de cadeia por conta da orientação sexual deles. A perseguição contra LGBT+ está cada vez maior no país.

Ser homossexual não é crime no Egito, mas as autoridades encontrou uma maneira de punir LGBT+ os acusando de imoralidade.

+ Sete pessoas são presas no Egito por causa de Bandeira LGBT

ONGs estimam que a polícia já prendeu cerca de 50 pessoas dentre gays, lésbicas e bissexuais.

Os 14 condenados foram sentenciados por “relações sexuais anormais” e só estarão livres antes dos 3 anos de prisão se pagarem uma fiança equivalente a R$900,00 (valor convertido em reais).

Sobre o Autor

Renan Oliveira
Renan Oliveira
Renan um é jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.

Comentários