Kevin Spacey assumiu ser gay em meio a polêmica de assédio sexual

O ator Kevin Spacey assumiu ser gay depois de ter sido acusado pelo também ator Anthony Rapp de assédio sexual. O caso ocorreu há anos atrás.

+ Site pornô quer produzir 3ª temporada de Sense8

A declaração foi feita por meio de carta aberta publicada no Twitter. Nela, o astro de House of Cards admite que “escolheu viver como um homem gay”.

“As pessoas mais próximas a mim sabem que, na minha vida, tive relacionamentos com homens e mulheres. Eu tive muitos amores com homens durante toda a minha vida”, escreveu Kevin.

Além da acusação do assédio, que é bastante grave, Spacey trata sua orientação como escolha, o que é realmente terrível para comunidade LGBT.

Assédio contra um garoto de 14 anos

Anthony Rapp, de 46 anos, disse que o caso aconteceu depois de uma festa quando ele tinha apenas 14 anos.

“Ele me carregou no colo como um noivo carrega a noiva. Mas eu não me afastei inicialmente, porque estava me perguntando: ‘o que está acontecendo?’. Ele, então, se deitou em cima de mim”, disse Rapp ao Buzzfeed.

“Me desculpe”

Muitos astros de Hollywood estão denunciando assédios cometidos por atores, ditores e produtores.

Kevin Spacey diz não se lembrar de ter feito nada do que Rapp descreveu, mas pediu desculpas “pelos sentimentos que ele diz ter carregado por todos esses anos”.

“Tenho muito respeito e admiração por Anthony Rapp como ator. Estou muito mais do que horrizado por ouvir a história dele. Honestamente não disso, que deve ter acontecido há mais de 30 anos”, argumentou.

 

Sobre o Autor

Renan Oliveira
Renan Oliveira
Renan um é jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.

Comentários