STF pode autorizar gays a doarem sangue a partir desta quinta

Está programado para esta quinta-feira (19) o julgamento do STF em torno da restrição para que “homens que transam com outros homens” doe sangue.

+ STF suspende lei municipal que proibia escolas de ensinar sobre gênero

Atualmente a Anvisa e do Ministério da Saúde dão o aval para que os hemocentros rejeitem o sexo de gays que tiveram relações sexuais num período menor do que 12 meses.

A principal justificativa para rejeição é de que é preciso zelar pelos que receberão o sangue. A restrição surgiu quando ainda se acreditava que “HIV era doença de gays”.

A ação para que o Supremo julgue o caso é do PSB. E a expectativa é de que o supremo derrube a permissão para que os hemocentros discrimene homossexuais

STF se mostra aliado dos direitos LGBT

Já há algum tempo o STF tem todmado decisões que interferem positivamente a vida dos LGBT+ brasileiros.

Foi por uma decisão do Supremo que o casamento de pessoas do mesmo sexo passou a ser permitido no país.

E neste ano a corte disse que casais LGBT tem o mesmo direito a herança do que casais hétero.

Sobre o Autor

Renan Oliveira
Renan Oliveira
Renan um é jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.

Comentários