Depois de comentário transfóbico, Mara Maravilha chora e nega ser LGBTfóbica

78
views

Mara Maravilha negou ser LGBTfóbica e chorou na última quinta-feira (24) durante o programa Fofocalizando no SBT. No dia anterior, a apresentadora tinha dito que “para procriar é mulher com homem e homem com mulher”.

+ Adolescente de 14 anos é espancado em Maringá por homofobia

Os comentários fora alvo de duras criticas nas redes sociais e fizeram com que Mara voltasse ao assunto no programa.Com lágrimas que não comovém mais ninguém, ela apelou para o discurso “não sou homofóbica, gays frequentam minha casa”.

Mara foi defendida pelos colegas apresentadores, que engrossaram o coro de “Mara não é homofóbica”. Alguns, inclusive disseram que a “homofobia está nos olhos de quem vê”.

A apresentadora disse que chorou a noite toda e não conseguiu dormir por conta dos “ataques” nas redes sociais e finalizou dizendo “ama os homossexuais” e que se continuar sendo chamada de homofóbica, mesmo não sendo, ira procurar seus direitos.

Assista ao vídeo de Mara se defendendo:

Comentários

Renan Oliveira
Renan é um jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.
COMPARTILHAR