Produtores de “Todo Dia” chamam Rico Dalasam de oportunista; cantor diz que não recebeu os direitos

Cena do clipe Todo Dia de Pabllo Vittar e Rico Dalasam

Apesar de terem negado a briga pela canção “Todo Dia“, Rico Dalasam e os produtores de canção interpretada por Pabllo levaram a questão de direitos autorais para justiça. Os produtores da canção enviaram uma nota à revista Veja dizendo que Rico está tentando se aproveitar da situação

Exclusivo: Jaloo fala sobre esteriótipos em apps e experiência em Parada LGBT

“As partes, na época em que a música foi composta e gravada nos estúdios do DJ Gorky, na presença de diversas testemunhas, convencionaram por mera liberalidade e a pedido do Rico Dalasam que a autoria fosse creditada 100% ao Rico Dalasam, que em contrapartida cederia gratuitamente os seus direitos de co-intérprete, ressalvados os direitos de execução pública que continuaram assegurados ao Rico Dalasam como co-intérprete da música, como de fato firmaram. Essa prática é muito comum no mercado musical especialmente entre artistas independentes”.

No entanto, a assessoria de Rico nega a versão. Ele teria chegado ao estúdio já com a melodia e a composição seria baseada em uma experiência vivida por ele, o que garantiria os direitos, que estão sendo revindicados desde março.

“Mesmo com todo o sucesso, Rico não recebeu um centavo pela sua participação como co-intérprete da gravação de ‘Todo Dia’, com Pabllo Vittar, e quando questionou sobre sua parcela de direitos a este título, já que canta e participa do clipe, recebeu a indecorosa contra-proposta de só receber caso cedesse 50% da composição que criou para o produtor DJ Gorky, dono do fonograma e também produtor musical. (…) Acusado de oportunista através de uma nota enviada à imprensa pela assessoria contratada pelos produtores, Rico afirma que só está em busca dos seus direitos e da luta diária de artista independente”.

Pabllo Vittar, que é bastante ativa nas redes sociais, não escreveu uma linha sobre o assunto e a assessoria da cantora encaminha emails sobre o assunto diretamente para os assessores dos produtores, também sem comentar o assunto. Essa postura, em tese, confirma que não há uma briga pessoal entre os cantores sobre o assunto.

O clipe da música já foi retirada do YouTube e a canção deve sair também das plataformas digitais em breve até que o assunto seja resolvido.

Nas redes sociais, Rico tem sido vítima de ataques. Muitos o chamam de cobra e aproveitador. O cantor tem ignorado os comentários e focado na divulgação de Fogo em Mim

Sobre o Autor

Renan Oliveira
Renan Oliveira
Renan um é jornalista de humor ácido (é bem ruim pela manhã) que acredita que informação é uma das armas mais poderosas contra a LGBTfobia.

Comentários